Monte das Oliveiras
anuncieaqui

Arborização Urbano e Planejamento | Estância Turística de Joanópolis - SP

Joanópolis

Serviços

Notícias

Arborização Urbano e Planejamento
Ecologia
Enviado por Diego de Toledo Lima da Silva   
Ter, 29 de Dezembro de 2009 19:28
A arborização urbana é um dos elementos que compõem o planejamento urbano, gerando benefícios diversos para o meio ambiente e para a população, além de proporcionar a beleza paisagística das cidades. Necessita de planejamento efetivo, conhecimento e acompanhamento técnico, como também a execução de projetos individuais para cada tipo de área, como logradouros, praças, canteiros e parques.
Geralmente não damos valor para as árvores ou nos preocupamos apenas quando elas ocasionam algum problema, mas os recursos orçamentários destinados a programas de arborização urbana são oriundos da arrecadação municipal. Isso quer dizer que quando programas são mal conduzidos, tem insucesso ou não são observados aspectos técnicos, é o erário público que está sendo mal gasto, tendo menos recursos para destinar aos outros programas públicos como saúde, transporte, educação, etc.

arborizacao001
Foto 1. - Arborização da Praça Padre Domingos Segurado (a praça central de Joanópolis).

As calçadas também fazem parte da arborização, pois os espaços deixados para o plantio das árvores são suficientes apenas quando estas são jovens, pois com o tempo seu tronco passa a ser estrangulado pelo pequeno espaço e como alternativa para a retirada de água do solo (as árvores retiram água não apenas na área do tronco, mas de toda área de sua copa), suas raízes começam a quebrar as calçadas e ruas (aquelas fissuras e levantamento das calçadas). O plantio inadequado de espécies de grande porte em espaços que só comportam arbustos e árvores de pequeno porte também ocasiona grandes problemas.

arborizacao002
Foto 2. - Espaço insuficiente para o tronco, sendo que podemos perceber as fissuras (rachaduras) e o levantamento da calçada.

Em um dia de calor forte, as árvores proporcionam sombra fresca às pessoas e carros, regulam a temperatura do local, além da redução do solo pavimentado, reduzindo a radiação refletida na forma de calor. A diminuição de temperatura à sombra de uma árvore ou de uma praça arborizada comparada com outras áreas da cidade chega a 2º C. Com a tendência do aumento da temperatura devido ao aquecimento global, cada vez mais as árvores, praças e parques ganham importância como mecanismo regulador e minimizador destes impactos.

arborizacao003
Foto 3. - Rua do município arborizada, gerando sombra às pessoas e aos automóveis estacionados.

Apenas estes fatores seriam suficientes, mas as árvores geram abrigo, habitat e alimento à avifauna, tendo estes animais um lugar seguro (muitos ninhos de pássaros são construídos nas árvores da área urbana, principalmente às de copa mais adensada). Elas também absorvem gás carbônico (CO2) da atmosfera e liberam oxigênio (O2) pelo processo de fotossíntese, e são utilizadas como bioindicadores ambientais (podem indicar excesso de poluentes e contaminantes atmosféricos).
Um dos quesitos avaliados no Projeto Município Verde-Azul da Secretaria de Meio Ambiente (SMA-SP) é a arborização urbana, pelos efeitos benéficos ao meio ambiente e à qualidade de vida da população. Segundo as diretrizes do Projeto, para o município ganhar a Certificação de Município Verde-Azul (neste ano de 2009, dos 563 municípios avaliados, Joanópolis ocupou a 516ª colocação, com 28,92 pontos), é necessário uma árvore para cada 12 metros quadrados de área urbana.
Desejando a melhoria ambiental e paisagística do nosso município, e o aumento da qualidade de vida da população urbana, é necessário a implantação de Projetos Técnicos de Arborização Urbana, identificando as espécies que necessitam serem substituídas (por estarem com cupins, formigas cortadeiras, troncos podres, locadas em locais incorretos, ocasionando quebra de calçadas, etc.) e executar o plantio de espécies recomendadas para cada área, sendo o projeto acompanhando de um técnico que conduzirá as diversas atividades do plano de arborização urbana.

 
Diego de Toledo Lima da Silva
Servidor Público Estadual da CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e Técnico Ambiental, cursando Engenharia Ambiental. Atualmente reside em Limeira/SP.

Mostrar outros artigos desse autor: