Monte das Oliveiras
anuncieaqui

SEXTA-FEIRA 13 E DE AGOSTO ?? CRUZ CREDO!!!!! | Estância Turística de Joanópolis - SP

Joanópolis

Serviços

Notícias

SEXTA-FEIRA 13 E DE AGOSTO ?? CRUZ CREDO!!!!!
Folclore
Enviado por Valter Cassalho   
Qui, 12 de Agosto de 2010 20:51
Muitos supersticiosos estão de cabelo-em-pé, em Joanópólis Capital do Lobisomem tem até gato preto saindo da cidade, aproxima-se a sexta-feira 13 e para agravar a situação, cai no mês de agosto!

Este mês tem este nome em homenagem a Augusto César, imperador romano, um mês positivo para os leoninos, no entanto, para o povo é um mês agourento, de má sorte e acontecimentos trágicos. Por ser o período do inicio do cio de muitos animais, em especial dos cães, os quais quando contaminados pela raiva conseguiam espalhar a doença em curto espaço de tempo ficou conhecido como mês do CACHORRO LOUCO, para evitar tal moléstia na madrugada do dia primeiro existia um costume em tirar sangue da ponta da orelha ou da pata dos mesmos. Considera-se também, como fatídica a primeira segunda-feira do referido mês, dia de guarda na roça, neste dia se realiza a chamada carpição, onde diversos fiéis carregam terras de um lugar para outro junto as capelas dedicadas a Nossa Senhora do Bom Sucesso, este mesmo ritual repete-se no dia 15 do mesmo mês. Soma-se a essas crendices o perigo de incêndios principalmente nas casas; neste aspecto precisamos ressaltar dois fatores, primeiro, agosto é a época das queimadas, que muitas das vezes foge do controle dos lavradores, segundo, no dia dez (dia propício para acontecer incêndios) é comemorado São Lourenço, o qual morreu grelhado na época das perseguições romanas em 258. Neste mês geralmente não se realizam mudanças, grandes negócios e principalmente casamentos.

Coincidências ou não, no mês de agosto sempre aconteceram ou foram mais comentados pela imprensa as grandes tragédias. Em primeiro de agosto de 1914 teve inicio a primeira Grande Guerra; em 23 de agosto de 1926 morreu em Nova York o italiano Rodolfo Valentino o maior mito do cinema mudo; em 06 e 08 do referido mês de 1945 explodiram as bombas atômicas em Hiroshima e Nagasáki; em 22 de agosto o Brasil entrou na Segunda Guerra Mundial. Em 24 de agosto de 1954 aconteceu o suicídio de Getúlio Vargas o qual mudou toda a trajetória política do Brasil. No dia cinco do mesmo mês do ano seguinte nova comoção, morreu Carmem Miranda. Em agosto de 1961 o presidente Jânio Quadros renunciou abrindo espaço para o golpe militar de 64. No dia 20 de agosto de 1976 morreu Juscelino Kubitschek num acidente automobilístico.

O receio a Sexta-feira Treze tem seus motivos e origens, de acordo com o pesquisador Mommsen muito antes de Cristo na Roma Antiga, nenhum Decreto era assinado no dia 13. Hesíodo, no século VII a.C. aconselhava que nada deveria ser plantado nos dias 13. Segundo Elifas Levi o antigo símbolo israelita relativo a morte era o treze, devido ao desdobramento da família de Josef em duas tribos, achavam-se treze convivas na primeira Páscoa Israelita, na terra prometida, isto é, treze tribos na partilha de Canaã. Uma dessas tribos foi exterminada e foi a de Benjamin o mais moço dos filhos de Jacó. Daí veio a tradição que quando se acham treze à mesa o mais moço morrerá muito cedo ou aquele que sair primeiro. Coincidentemente na Santa Ceia sentaram-se à mesa além de Cristo, doze apóstolos, um deles saiu para cometer traição e depois se suicidou. Acredita-se que Jesus foi crucificado numa sexta-feira treze. Em 13 de Outubro de 1307, uma sexta-feira, o rei Filipe IV da França declarou a Ordem dos Templários ilegal sendo seus integrantes presos e executados por heresia.

Na mitologia nórdica conta-se que num banquete estavam 12 deuses a mesa e Loki (espírito da discórdia), apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Leva-se em conta também que a deusa nórdica da beleza era Friga (cujo nome deu origem à friadgr e friday, sexta-feira em escandinavo e em inglês) após a conversão do povo ao cristianismo esses deuses foram considerados demônios e contam que toda sexta-feira ela reunia-se com 11 feiticeiras mais o demônio, totalizando 13 pessoas.

De acordo com o historiador Will Durant no livro Nossa Herança Oriental (História da Civilização I 1963), "o ato de contar nasceu dos dedos e daí o sistema decimal. Quando a idéia do "doze" apareceu, esse número tornou-se favorito porque era agradavelmente divisível por cinco dos primeiros seis dígitos - e nasceu o sistema duodecimal que obstinadamente sobrevive nas medidas inglesas: doze meses para o ano, doze dinheiros no xelim, doze unidades na dúzia, doze dúzias na grosa, doze polegadas no pé. Já o "treze" se recusava a ser dividido e tornou-se mal visto para sempre".

Juntando com as superstições romanas, judaicas e cristãs o dia foi ganhando fama de aziago. Para piorar a situação as tropas do Rei Dom Sebastião Rei de Portugal foi dizimada em Alcácer Quibir em 13 de agosto. Na Europa este número era tão azarado que muitos hotéis e navios não tinham quarto com este número, existia o 12 e o 12-A e depois o 14, mesmo aviões chegaram a ter suas poltronas numeradas sem o referido número.

Mas o treze é remédio contra ele mesmo, tanto que muitos amuletos são gravados com o dito número (anéis, figas, pulseiras), existe ainda as trezenas de Santo Antonio (falecido no dia 13 de junho de 1231). Dentro do folclore brasileiro crianças nascidas no dia treze são regidas pela sorte. Dizem ainda que os destinados a serem lobisomens transformam-se de quinta para sexta-feira de lua cheia ou nas sextas-feiras 13.

Mas calma!! Nas tradições populares tudo tem remédio, para cortar o azar da sexta-feira 13 deve-se levantar com o pé direito, somente sair de casa pela porta dos fundos, usar roupas brancas, colocar um galhinho de arruda na orelha, bater na madeira três vezes, para evitar o cachorro louco recomenda-se o uso roupas pelo avesso e rezar para o aptrono dos cães ou seja São Roque (comemorado em 16 de agosto); os incêndios são evitados com uma boa oração para São Lourenço (10 de agosto).

A questão de sorte e azar é muito relativa, por exemplo, o cubano Fidel Castro nasceu numa sexta-feira 13 em agosto de 1926. Colombo saiu do porto de Palos para descobrir as Américas numa sexta-feira treze de agosto, ele teve sorte em descobrir o novo continente, porém este fato foi o grande azar dos índios das Américas.

 
Valter Cassalho
Professor e historiador da cidade de Joanópolis, jornalista, folclorista e membro da Comissão Paulista de Folclore (Ibecc/Unesco) e Associação Brasileira de Folclore. Atual presidente da Associação dos Criadores de Lobisomens.

Mostrar outros artigos desse autor: